A boa comunicação sempre tem como finalidade passar uma mensagem para o ouvinte, espectador, whatever…
Mas nada como a mídia impressa para passar uma mensagem de amor, seja por um cartão ou uma promoção seja por panfleto, folder etc.

Este é o ponto, como acabar com uma batalha sem derramar sangue? Sem luta? Sem sequer ver o oponente?
Com estratégia!

Nada melhor do que incapacitar mentalmente seu oponente.

Ameaças de papel, sim panfletos jogados com uma mensagem simples:

Você está diante da nação mais poderosa da terra, o exército norte-americano nunca foi derrotado. Em nossa retaguarda está o enorme poder de produção norte-americana. esta guerra tem apenas um resultado, a sua derrota total.

As tropas que recebiam os avisos já estavam cansadas, fisicamente e mentalmente, mesmo em maior número ameaças destas são as que geram efeitos nocivos dentre a união dos soldados.
Aqueles que se sentirem enfraquecidos farão com que os outro percam a confiança também, se seu amigo diz para pararem de lutar, o que fariam, ainda mais em um campo onde é vida ou morte?

Panfletos como meio de comunicação

Hoje é claro que panfleto são mais descartáveis do que nunca, mas em um passado não muito distante os panfletos era material de comunicação para a população Alemã sobre atividades do governo e dos ativistas que lutaram bravamente contra o governo de Hitler, nesta época ainda haviam os cartazes, mesmo que impressos com dificuldade eram distribuídos na madrugada loucamente por jovens espertos que conheciam todos os “esquemas” das ruas.

No período do Iluminismo (século XVIII) o panfleto era o meio mais comum de receber notícias, muito mais veloz que o jornal podia-se receber notícias quase que instantâneas (já que as notícias demoravam a chegar).
O papel era fácil de se imprimir, espalhar, esconder, descartar, pequenos movimentos funcionaram muito bem desta forma.

Ainda hoje temos ameaças contra imigrantes, ameaças contra os governos, mas o impacto hoje é tão fraco as mentes estão mais abertas e os cérebros mais moles por conta da mídia.

fontes: http://educaterra.terra.com.br / google / Linguagens do Desing gráfico – Compreendendo o design Gráfico – Steve Heller / e minha mente insana

Anúncios